Como Escolher Terreno

A procura por um terreno pode trazer inúmeras dúvidas a quem procura. Além da expectativa de escolher um lote adequado as necessidades, é preciso se atentar a muitos aspectos importantes para o sucesso dessa saga. A seguir elencarei alguns pontos importantes na escolha de terrenos.

https://www.corpalincorporadora.com.br/campanha-terreno-limpo-2/

O principal ponto que costuma ser analisado é a localização e o tamanho do terreno. Mas além desse aspecto físico, é importante verificar a declividade do local, pois terrenos em aclive e declive necessitam de uma atenção especial durante as etapas de projeto e obra pois normalmente precisa ser realizado serviços de corte e aterro para nivelamento e, com isso, é necessária a previsão de muros de contenção e drenagens para garantir que não haja problemas de desmoronamentos futuros. A topografia do terreno também implica no tipo de construção que se espera: quem busca fazer um empreendimento sem muitas escadas deve procurar terrenos planos.

O tipo de solo onde será construído o futuro imóvel também é um aspecto físico importante, pois dependendo do tipo de solo do local, pode inviabilizar uma obra ou aumentar muito o custo das fundações que serão utilizadas, como em solos com presença massiva de pedras, solos arenosos ou solos alagadiços.

 

 

 

https://www.fundacoesvwf.com.br/sondagem-de-solo-preco

Sondagem

É importante prestar atenção se há proximidade de cursos d’água ou nascentes, pois além de implicar no tipo de solo do terreno, pode haver a necessidade de deixar um recuo obrigatório, chamada Área de Proteção Permanente (APP), de no mínimo 30 metros da margem e 50 metros da nascente. Essa distância varia de acordo com a legislação e com a dimensão do curso d’água.

https://noticias.uol.com.br/ciencia/ultimas-noticias/redacao/2017/10/24/clique-ciencia-como-surgem-as-nascentes-de-agua.htm

Esse cuidado com a parte ambiental deve também ser levada em consideração na verificação do tipo de vegetação é encontrada no lote. Na maioria dos casos, deve ser feita a supressão de árvores e, para isso, é preciso fazer a solicitação na prefeitura municipal e, possivelmente, a compensação ambiental ou financeira.

Ainda considerando a parte da legislação vigente no lote, deve ser realizada uma pesquisa que mostre o quanto se pode construir, quais recuos devem ser respeitados, regras para disposição dos ambientes necessários para o seu tipo de projeto. Tudo isso pode ser coletado de leis de uso e ocupação de solo municipais, código de obras, plano diretor da cidade em que se localiza o terreno. É importante frisar que cada município tem sua regra e não as respeitar pode trazer dores de cabeça futuras como multas e embargos.

Para garantir que todos esses itens apontados sejam verificados, a contratação de um profissional que faça o Estudo de Viabilidade é a melhor opção. Desse modo, é possível verificar o terreno do ponto de vista legal e físico, além de verificar o potencial construtivo, ou seja, a metragem e o que poderá ser construído.

Após a checagem de todos esses pontos, chegando quase ao momento de fechar o negócio, é extremamente importante a verificação dos documentos do terreno e do vendedor para garantir uma compra segura. A relação dos principais documentos necessários pode ser conferida nesse outro post (link do texto sobre documentação).

Conferidos todos os itens apontados, com a aquisição do lote realizada, é possível a realização dos projetos para a realização do seu sonho. Lembrando sempre da importância da contratação de um arquiteto e engenheiro que solucionarão diversos quesitos para que seu sonho se concretize.

 

 

 

Fechar Menu