Cimento Queimado

Bastante utilizado por quem busca um estilo mais rústico ou industrial em ambientes, o cimento queimado tem sido um revestimento bastante utilizado na decoração de casas e escritórios. Anteriormente usado para revestir o piso em construções mais simples, como casas de campo, o cimento queimado é originalmente feito com uma mistura de cimento, água e areia, finalizado com pó de cimento que deixa o acabamento liso.

https://www.aecweb.com.br/cont/m/rev/cimento-queimado-saiba-evitar-o-aparecimento-de-trincas-e-manchas_9426_0_15

O cimento queimado tradicional oferece um bom custo-benefício para sua execução, mas necessita de uma boa mão de obra que saiba desenvolver a técnica adequada. É importante fazer a aplicação por trechos para facilitar e a emenda entre esses trechos normalmente fica quase imperceptível. É possível optar pelo acabamento fosco, em que a finalização é somente com o pó de cimento, ou pelo acabamento brilhante, onde após a aplicação do pó de cimento, é aplicada resina própria para esse resultado. A manutenção desse revestimento é fácil, por se tratar de um revestimento liso e sem emendas, mas não é recomendado a utilização de água em excesso pois ele se torna escorregadio.

Hoje em dia, no entanto, existem alternativas para quem busca esse tipo de acabamento para promover espaços com aspecto contemporâneo. Existem misturas que facilitam o preparo do cimento queimado, assim como porcelanatos, revestimentos vinílicos e tintas especiais que permitem adotar esse acabamento em pisos e paredes conforme as definições de projetos de arquitetura de interiores e dos próprios usuários dos ambientes.

Um dos acabamentos mais comuns a serem utilizados para atingir esse resultado são os inúmeros modelos de porcelanatos com essa proposta. Nesse caso, há grande variedade de fabricantes, formatos e tonalidades que podem remeter ao cimento queimado. A instalação e manutenção desse revestimento é fácil e pode-se fazer composições incríveis com a variedade disponível no mercado, como podemos ver aqui

https://archtrends.com/projeto/portobellosa/salas/3384

Há quem opte por uma instalação de revestimento mais simplificada e com isso surgiram os revestimentos vinílicos, que anteriormente traziam como opção acabamentos amadeirados, e hoje fornecem como novidade os acabamentos que remetem ao cimento queimado. Além da facilidade de instalação, que em alguns casos pode ser apenas um dia de trabalho, o revestimento vinílico proporciona uma manutenção simples e conforto térmico e acústico aos usuários dos ambientes.

https://www.duratexmadeira.com.br/toque-duratex/pisos/aposte-nos-pisos-vinilicos-para-criar-ambientes-com-ares-industriais/

Em diversos casos, é possível aplicar os revestimentos de porcelanato e vinílicos em paredes, para quem quer o acabamento de cimento queimado com um outro visual. No entanto a emenda das placas pode atrapalhar um pouco essa lógica. Com isso uma excelente alternativa para quem deseja ter esse traço rústico industrial nas paredes do ambiente é a pintura que imita o cimento queimado.

https://www.altoastral.com.br/revestimentos-parecem-cimento-queimado/

As alternativas no mercado são várias, assim como o resultado encontrado de cada técnica disponível. Basta verificar qual é a mais adequada ao seu estilo e usar a criatividade para ter esse acabamento em seu ambiente.

Letícia Sousa

Letícia Sousa

CEO na Arq2You é Arquiteta Urbanista formada pela Universidade São Judas Tadeu, com 11 anos de atuação em Design de Interiores com foco em Projetos Corporativo, Comercial, Residencial e Gestão de Obras.
Fechar Menu